Conheça as 10 habilidades comportamentais mais requeridas pelos RHs

Liderança continua sendo uma habilidade crítica e permanece no topo da lista; saiba quais são as outras 9 competências exigidas pelos RHs

 

Oito em cada dez líderes empresariais acredita que equipes formadas por pessoas e robôs serão uma realidade dentro dos próximos cinco anos, segundo a SkillSurvey. Isso significa que cada vez mais as máquinas entrarão no mercado de trabalho e possivelmente ocuparão cargos que atualmente são de pessoas. Um dos casos mais recentes, por exemplo, foi do âncora robô, que permite que as notícias sejam divulgadas mais rapidamente.

Cada novo robô industrial para 1.000 trabalhadores instalado nos Estados Unidos desempregou três pessoas, segundo estudo recém-divulgado por Daron Acemoglu, professor do MIT (Massachusetts Institute of Technology), e Pascual Restrepo, da Universidade de Boston.

A automação do trabalho, principalmente dos mais repetitivos, não tem volta e cada vez mais são valorizadas as soft skills, também conhecidas como habilidades comportamentais, que vão desde inteligência emocional até gestão. “A gente tem visto uma crescente demanda por soft skills. A Udemy, por exemplo, tem como se fosse uma sala de aula digital que você vê o mundo inteiro e essa tendência de soft skills aparece em todo lugar do mundo”, diz Segundo Sérgio Agudo, country manager da Udemy.

A importância das soft skills são principalmente duas: uma, já abordada, é as máquinas realizarem os trabalhos mais repetitivos e ser preciso ir além da técnica; outra é um novo olhar para o profissional, que passa a ter suas habilidades comportamentais levadas mais em conta. Segundo Agudo: “Vemos que o profissional muitas vezes é contratado pelas hard skills (habilidades técnicas), mas é demitido pelas soft skills, porque muitas vezes ele está criando um ambiente que não é saudável para o time, por exemplo.”

A tendência das soft skills, no entanto, já é realidade: segundo a SkillSurvey, 77% dos empregadores consideram as soft skills tão importantes quanto as hard skills. A partir desses dados e da demanda crescente por esses assuntos, a Udemy selecionou as 10 soft skills que foram mais requeridas em 2018 e continuam crescendo.

1. Liderança e gestão

Liderança e gestão sempre foram habilidades críticas e permanecem no topo das mais exigidas pelas empresas atualmente. A pesquisa mostrou que bons gerentes fazem uma grande diferença no engajamento e na produtividade dos funcionários. Segundo a Udemy, empresas bem lideradas resultam em 89% de comprometimento por parte dos funcionários.

Veja neste vídeo duas das principais características segundo o professor e palestreante Marcelo de Elias

2. Inteligência emocional

Algo crucial quando se trata de construir culturas colaborativas no local de trabalho, razão pela qual ocupa o segundo lugar nesta lista. Funcionários com boas habilidades interpessoais e empatia têm maior probabilidade de sucesso, especialmente em áreas como vendas, atendimento ao cliente ou gestão.

3. “Escrita de negócios”

Devido à crescente importância dos canais de e-mail e redes social no local de trabalho, ter boas habilidades de redação tornou-se uma obrigação para todos. Escrita orientada aos negócios, concisa e persuasiva, normalmente não é ensinada no estágio escolar, mas é cada vez mais indispensável para qualquer área.

4. Estratégias de concentração

Quase 1 em cada 4 trabalhadores acredita que eles estão mais distraídos agora no trabalho do que há alguns anos, de acordo com o estudo Workplace Distraction Report 2018 da Udemy. Redes sociais e escritórios abertos são algumas das razões por trás do declínio na produtividade, por isso não é uma total surpresa que essa habilidade apareça em quarto lugar nesta relação.

5. Desenvolvimento pessoal

Aspectos pessoais, como motivação ou auto-estima, também nos ajudam em nossos trabalhos e, portanto, melhoram o ambiente e a produtividade no trabalho.

6. Falar em público

Uma certeza entre as soft skills mais úteis na carreira profissional é saber falar e explicar bem quando se dirigindo ao público, sejam clientes, chefes ou colegas. Precisamos aprender como nos conectar com o público e apresentar discursos persuasivos para alcançar resultados cada vez melhores.

7. Negociação

Em locais de trabalho cada vez mais colaborativos, a negociação é uma habilidade muito importante, já que as decisões são baseadas em consenso e não tanto no estilo antigo de gerenciamento hierárquico.

8. Gestão de estresse

52% dos funcionários se sentem mais estressados ​​do que há um ano, segundo estudo Workplace Stress Study 2017 da Udemy. Gerenciar a ansiedade e o estresse no trabalho é especialmente relevante em tempos de rápidas mudanças nos escritórios devido à automação.

9. Atendimento ao cliente

Um setor de atendimento ao cliente é bem-sucedido quando sabe como construir relações autênticas de confiança. Habilidades como empatia ou compreensão são essenciais para construir relacionamentos sólidos com clientes, para que possam se tornar defensores espontâneos da sua marca.

É muito bom quando você chega em uma empresa e encontra um profissional educado, simpático e solícito para lhe atender. Pois é, saber como atender o cliente é fundamental e aqui temos algumas dicas de como abordar o cliente.

10. Habilidades de entrevista

Quer estejamos de um lado da mesa ou do outro, o aprimoramento dessas habilidades nos ajudará a administrar a forma como conduzimos uma entrevista ou a conseguir prender a atenção de um recrutador.

Este artigo foi escrito originalmente no portal StartSe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

COMO ORGANIZAR PALESTRAS?

Este e-book traz tudo que você precisa saber para organizar palestras de sucesso em eventos corporativos.
Se você quer garantir o sucesso de seu evento, então baixe este E-book.

>>BAIXAR O E-BOOK