Upgrade Profissional não tem data de validade

Upgrade Profissional - Universidade da Mudança

O termo upgrade, originário da língua inglesa, é muito usado na área de Informática e equipamentos eletrônicos. Literalmente significa melhoria, atualização para uma versão superior à anterior, seja um hardware, software ou firmware, para ficar no básico do mundo de quem vive no chamado universo da Tecnologia de Informação (TI).

Adaptado à realidade empresarial, o termo ganha uma nova concepção, porém, sem perder o significado original: aperfeiçoamento do sistema. No caso, qualificação contínua para que o profissional, sempre tenha uma nova versão superior de si próprio. Esta ação pode ser o segredo para que você se transforme num profissional requisitado e com maior visibilidade no mercado. É obrigatório neste caso, deixar de lado a acomodação e abandonar a famosa “zona de conforto” tão propagada nos últimos anos como um mantra na área de Gestão de Pessoas.

Acredito que o seu upgrade seja mais direto e eficaz se estiver ligado a um planejamento de carreira, onde você saiba exatamente o que quer. Este caminho pode levá-lo, inclusive a sair do seu atual emprego e ir buscar novos desafios em novos horizontes. Ao ler estas linhas, você pode pensar: esse cara é louco! Com esta falta de emprego que assola o Brasil, eu vou trocar o certo pelo duvidoso?

Já não tenho idade pra isso! Tenho carnês e boletos para pagar! Tenho filhos para criar! Isto é doideira!

.

Então este é o ponto para reflexão:

Dar um upgrade, não significa melhorar, aperfeiçoar? Ao tentar melhorar sua versão atual, pode ser que uma nova trilha surja. Como assim? Simples. Parado e acomodado, são sintomas básicos para profissionais que se sujeitam ao que o mercado oferece. Tomar as rédeas de sua vida profissional hoje, mais do que um ato aparente de loucura, é o segredo para se tornar um objeto de desejo para as organizações, ou até mesmo para o seu próprio empreendimento. Um upgrade, na verdade pode ser o estopim que faltava para você tomar uma atitude e ser feliz. E aproveite que este processo não tem data de validade. Nossa expectativa de vida aumentou, portanto, é natural que nossas expectativas para a vida, também sigam esta proporcionalidade.

Se a insatisfação é sua colega inseparável de trabalho há tempos, a reinvenção profissional pode aparecer como alternativa tentadora. Anseios e planos de mudança de carreira ou de profissão são mais recorrentes do que imagina.

Seu upgrade pode começar pelo básico: analisar sua trajetória profissional e checar se não está na hora de mudanças disruptivas, totalmente adequada aos tempos instáveis e incertos atuais.

Faça uma checagem rápida a partir de 4 pontos essenciais:

.

1. Resgate do sonho perdido

É comum em algum período da carreira, engavetarmos sonhos, em troca da falsa estabilidade ofertada. Sim. Estabilidade é algo ilusório e, muitas vezes acaba de forma abrupta com uma demissão que não era esperada. Analise. Reflita. Tem sonhos guardados? Não estaria na hora de promover o resgate deles?Muitas vezes são sonhos profissionais guardados por10, 15, 20 anos. É uma insanidade não é mesmo? Coloque-os em prática. O pior que pode acontecer, é você gostar da nova fase!

.

2. Conheça-te a si mesmo

Autoconhecimento: esta é palavra chave. Em muitos casos as pessoas entendem que isto é uma frescura. Não de deixe levar por esta balela.Por que o autoconhecimento é tão importante? Simplesmente permite que a pessoa descubra seus pontos fortes,seus pontos fracos, sua paixão, seus valores e suas inspirações e aspirações, diz. Trabalhar de forma constante o autoconhecimento é uma forma saudável de se questionar e quebrar seus modelos mentais defasados.

.

3. Experimente o novo

Não tenha medo da mudança. Ela é a única certeza da vida, já dizia o historiador grego Heródoto. Saia da mesmice. A nova experiência tem o potencial para impulsionar a decisão de colocar a mudança em prática. Quem não se arrisca pode perder a oportunidade de vivenciar nova realidade que os grilhões da escravidão corporativa nos impõe em inúmeras oportunidades da sua vida.

.

4. Seja o protagonista da mudança

Se você não mudar, o mundo vai te mudar. Portanto, gerencie as transformações da sua vida profissional/pessoal. As duas devem caminhar de mãos dadas. Não dissocie uma coisa da outra.

Viva a mudança em sua plenitude.

Não espere se tornar obsoleto do ponto de vista profissional. Faça seu upgrade, se atualize. Melhore e aperfeiçoe sua versão. Ofereça esta nova versão ao mundo e acompanhe os resultados.

Lembre-se: Mudança é um processo, não um evento. Mude. E ponto!

.

*Jorge Luiz Conde é Professor Universitário e Consultor Organizacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *