Paul: O primeiro professor robĂŽ do mundo đŸ˜±

Paul: O primeiro professor robĂŽ do mundo

Adriano Mussa, reitor da Saint Paul, diz que a inteligĂȘncia artificial mudarĂĄ a forma como aprendemos e acumulamos conhecimento ao longo da vida

A inteligĂȘncia artificial deverĂĄ mudar drasticamente a educação. E o brasileiro Paul, primeiro professor-robĂŽ do mundo, Ă© a justificativa para Adriano Mussa, reitor, professor e sĂłcio da Saint Paul Escola de NegĂłcios, fazer uma afirmação assim tĂŁo surpreendente, como a exposta aos cerca de 120 diretores de Recursos Humanos que participam da RH Week, evento promovido pelo Experience Club, nos dias 21 a 22 de maio, no Sofitel Jequitimar GuarujĂĄ (SP).

O Paul, que faz parte da plataforma LIT, Ă© o primeiro professor robĂŽ do mundo. Ele utiliza inteligĂȘncia artificial IBM Watson. Essa nova forma de aprendizado Ă© customizada de acordo com o perfil e a necessidade de cada aluno. Tudo que ele ensina aos cerca de 5 mil estudantes que o utilizam desde o seu lançamento, hĂĄ dois meses, foi ensinado pelos melhores professores da Escola de NegĂłcios por cerca de dois anos.

O grande benefĂ­cio do aprendizado por meio da inteligĂȘncia artificial Ă© que a educação Ă© personalizada e adaptativa. De acordo com Marcelo Porto, vice-presidente de cloud computing da IBM para a AmĂ©rica Latina, esse conceito irĂĄ transformar o modelo de educação no Brasil a partir de um nĂ­vel de curadoria profunda.

Como o professor nĂŁo Ă© onipresente, a plataforma de educação serĂĄ. E ela faz parte do conceito de Lifelong Learning, de aprendizado ao longo da vida. VocĂȘ pode aprender lendo um livro, vendo um vĂ­deo ou participando de um debate. “AĂ­ questionamos: por que ensinar todo mundo da mesma forma se as pessoas sĂŁo diferentes?”, pergunta o reitor.

O Paul ajuda a personalizar a educação do aluno e tambĂ©m a definir um relatĂłrio de estratĂ©gia de aprendizado. “AlĂ©m disso, a aprendizagem Ă© adaptativa. NĂŁo importa de onde vocĂȘ começou. Comece de onde começar, vocĂȘ vai absorver conhecimento.”

Como toda novidade, causa certo temor. Ao dar inĂ­cio ao projeto, a Saint Paul convocou os professores a abraçarem a ideia. No inĂ­cio, as reaçÔes foram de apreensĂŁo e medo de perder o emprego. “Hoje, o resultado mostra o contrĂĄrio. Como dizia SĂłcrates, afeto e conhecimento, se guardados, sĂŁo perdidos”, diz Adriano.

Ou seja, quanto mais os professores ensinam o Paul, melhor ele fica. Os mestres sĂŁo inevitĂĄveis hoje e no futuro da inteligĂȘncia artificial na educação. AlĂ©m de ensinar, ele tambĂ©m tem a função de atuar como curador de conteĂșdo. Ele monta a lĂłgica do conhecimento e o aluno inicia o processo de qualquer ponto.

Se a inteligĂȘncia artificial ainda soa como filme de ficção cientĂ­fica a quem estĂĄ do lado de fora, no futuro ela serĂĄ vital para a formação das novas geraçÔes. Esse movimento acompanha o momento atual da economia em transformação, da chamada ‘era dos dados’.

Hoje, o Paul, que faz parte da plataforma LIT, estĂĄ acessĂ­vel para alunos do Saint Paul e interessados de fora da escola. Por meio do site www.lit.com.br, eles podem pagar um valor mensal de R$ 99 e ter acesso ao conteĂșdo equivalente a 10 MBAs. “Se vocĂȘ tirar um sabĂĄtico de um ano e estudar 12 horas por dia, nĂŁo conseguirĂĄ absorver nem 20% do que o Paul tem hoje para ensinar”, conta Adriano. Bem-vindo Ă  era da aprendizagem disruptiva.

Texto: Françoise Terzian

Quem Ă© Paul, o primeiro professor robĂŽ do mundo

Para saber mais sobre Marcelo de Elias, o fundador e curador da Universidade da Mudança e conhecer as palestras que ele tem à disposição do seu evento, basta clicar aqui.

Mas se vocĂȘ quer assistir trechos de palestras do Marcelo de Elias, aproveite nossa seleção com alguns deles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não serå publicado. Campos obrigatórios são marcados com *