As mudanças na prática

mudancas-pratica-2

Marcelo de Elias, palestrante idealizador da Universidade da Mudança, ensina e aprende constantemente sobre mudanças, mas você sabia que ele passou por uma grande mudança para seguir essa carreira?

Nesta entrevista, ele conta sobre a importância de lidar com as mudanças e aprender para chegar aos resultados esperados. Ele também conta um pouco sobre sua experiência para que possamos compreender como é realizar mudanças na prática.

Confira as considerações feitas por ele!

Como você se capacitou e se capacita para se tornar uma referência sobre mudanças?

Eu sempre me interessei pelo assunto “Mudanças”, porque eu nunca tive medo delas. Eu passei por diversas mudanças profissionais e pessoais na minha vida, como a mudança de emprego, mesmo estando em uma situação confortável. Mas não basta apenas viver as mudanças, é preciso estudar também. Por isso, eu fiz cursos de MBA em Gestão Estratégia e em Gestão de Pessoas. Eu fiz também um curso de “Inovação e Gestão de Mudanças” nos Estados Unidos, como complementação do MBA, sem contar os inúmeros livros que eu leio e os diversos cursos realizados. Adoro estudar sobre Inovação, Design Thinking, tudo que tenha relação com mudanças e com um novo jeito de pensar e compreender as novas oportunidades. E assim eu vou me preparando a cada dia.

O que “aprender sobre Mudanças” pode agregar de valor a uma pessoa nos aspectos profissional e pessoal?

Nós sabemos que o mundo, hoje, passa por grandes mudanças. O mundo é volátil, incerto, complexo e ambíguo (VICA). Dessa forma, um das grandes competências que as pessoas precisam ter é, justamente, a capacidade de mudar. Ficar igual é extremamento perigoso, então precismos ter a capacidade de se adaptar sempre e buscar a evolução. Então precisamos aprender sobre mudanças para se tornar mais adaptáveis.

É preciso ter em mente que, nesses cenários de incertezas e mudanças, os profissionais que tiverem a capacidade de lidar com elas e serem proativos, sejam gestores ou colaboradores, terão melhores resultados. Os empreendedores que perceberem as oportunidades do mundo e vierem com novas soluções vão obter sucesso em seus negócios.

As pessoas precisam se preparar para as mudanças, mas o que fazer diante de uma mudança inesperada ou incontrolável?

Em situações incontroláveis, o mais importante a fazer é entender a mudança. O que e por que tal mudança está ocorrendo? Entendendo as razões da mudança, há dois caminhos a seguir:

– Um deles é se adaptar, ou seja, entender o que é preciso saber e aprender e rever sua postura para lidar bem nesse novo cenário.
– O segundo, que não é tão simples, seria mudar o contexto. Isso requer que você busque outras possibilidades, como por exemplo, se a empresa em que você trabalha está com mudanças que não condizem com suas ideias, você pode buscar um negócio próprio ou uma nova empresa para atuar.

É importante compreender que, quando as mudanças estiverem ferindo seus valores, talvez seja o momento de você mudar para um contexto que tenha mais a ver com seus propósitos.

Mas também é preciso tomar cuidado para não tomar decisões precipitadas. Em uma primeira impressão, a mudança pode parecer ruim,  mas depois você compreende o verdadeiro valor dela, onde as consequências vão chegar e de que forma. Por isso, é preciso refletir e aguardar um tempo para saber se deverá se adaptar ou mudar.

Você saiu de um cargo estável para se dedicar a carreira de palestrante sobre Mudanças. Então podemos dizer que você é o exemplo próprio do que ensina. Você poderia contar um pouco sobre o processo da decisão de mudar?

Meu último cargo com carteira assinada foi como Executivo de Recursos Humanos em uma multinacional e eu adorava o trabalho. Eu adoro RH. Mas uma coisa que eu sempre me identifiquei e fiz em paralelo à minha carreira de gestor, foi ser educador e palestrante. Sempre tive as duas carreiras. Mas chegou em um certo ponto da minha vida que ficou muito difícil conciliar as duas atividades. Ou eu teria de me dedicar mais à carreira como executivo e até ter a oportunidade de crescimento, ou me dedicar à carreira de professor e palestrante, que também demanda atenção. Então eu precisei tomar uma decisão. Essa decisão, muitas pessoas dizem que precisou de coragem da minha parte. Eu deixei um emprego estável para ser professor e palestrante autônomo, para trabalhar em outras excelentes instituições, porém com um trabalho de remuneração variável.

Realmente precisei de muita coragem. Mas se você parar para pensar, CORAGEM significa agir com o coração. Ou seja, eu agi com o meu coração, com o objetivo de deixar um legado e fazer a diferença em um trabalho que me completasse mais.

Então, essa decisão de mudar para a carreira de palestrante e professor, foi porque eu percebi em mim, há muitos anos, que eu tenho a missão de desenvolver pessoas, ajudando-as a ser cada vez melhores. Ou seja, ajudá-las a mudar a si mesmas ou mudar o ambiente onde estão. Então, por que não ser um palestrante sobre mudanças? E tem dado muito certo.

Por que as empresas devem capacitar seus colaboradores com foco na mudança?

Principalmente para inovar. As pessoas só inovam quando elas estão dispostas a mudar e ver mudanças em seus contextos. A capacitação para a mudança contribui também para que os colaboradores entendam os novos cenários e serem mais receptivos às mudanças, pois, muitas vezes, eles se acostumam com o velho e não conseguem enxergar o novo. É preciso que os colaboradores sejam, cada vez mais, protagonistas das mudanças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

COMO ORGANIZAR PALESTRAS?

Este e-book traz tudo que você precisa saber para organizar palestras de sucesso em eventos corporativos.
Se você quer garantir o sucesso de seu evento, então baixe este E-book.

>>BAIXAR O E-BOOK